quinta-feira, 15 de maio de 2014

Otro dia mas...


Posso dizer o quão aborrecida me encontro nesses últimos desagradáveis meses ? é, eu sabia que não.
Estive afastada porque me sinto mal cada vez que penso em contar para vocês da minha vida. A cada dia me sinto pior do que antes, eu criei esse blog quando tinha 14 anos e por Deus, eu tenho 16 agora e nada melhorou, meu coração pesa, minha barriga continua a mesma merda de sempre, emagreço e engordo, engolir choros, engolir xingamentos e o principal, tentar mudar mas quando acontece um deslize já é praticamente apedrejada. Meu deus, eu só quero uma folga.
Bom, comecei meu curso para o enem , porque graças a deus eu termino o ensino médio esse ano e graças a deus não falta tanto para a faculdade, o curso pelo que eu percebi é muito bom, hoje foi o primeiro dia na verdade. Mas eu já amei os professores que eu tenho, todos simpáticos e bem humorados, ótimos educadores de verdade, na realidade eu tenho é muita vontade de estudar com esses mestres!!!!!!
Tirei o aparelho fixo e agora estou com o móvel e estou divando ( só falta ser magra e o cabelo chegar no comprimento que eu quero) Ai sim, eu talvez possa me olhar no espelho e ver o que eu tanto desejo.
Esse fim de semana irei para aquela cidade, a onde eu nasci que eu sempre cito aqui, aniversários dos parentes e eu não quero ir, porque vai ter comida e eu não aguento mais comer. Ou seja, eu vou fazer a dieta do leite e vou mentir para todos como sempre faço :)
Hoje eu me sinto um lixo que vai estragar a terra, um lixo tóxico que sinceramente, como sempre, não sei porque tinha que habitar essa terra.
Tenho brigado tanto com meu irmão que me sinto muito mal por isso, me sinto mais um monstro ainda, eu magoo tanto ele, um ser tão indefeso e amável. Queria ser uma irmã boa para ele, mas eu não consigo, eu tento, eu juro que tento, eu queria poder ser uma pessoa boa. Meu deus, como eu amo ele, mas eu sou um lixo e não consigo ser boa, eu simplesmente não consigo.
Minha mãe veio passar uma semana aqui na casa do meu pai, e eu me sinto mal com isso porque eu destruí a vida deles, e ver eles separados  quebra os pedaços quebrados do meu infeliz coração. Ela diz que eu não tenho problemas como ela, realmente eu não tenho um filho de 3 meses e não to desempregada morando na casa da mãe, mas eu eu preciso de uma cirurgia na minha alma, porque eu sofro, eu sofro por ser uma merda de pessoa, e eu preferia mil vezes estar desempregada como ela do que sentir o que sinto sobre mim.
Eu sempre digo que não aguento, mas eu sempre acabo aguentando, eu estou guardando tantas coisas aqui dentro em 4 anos que eu estou com medo de quando for tudo explodindo.
Uma quinta eu passei mais de 2 horas na mesma posição no sofá, meu pai me mandou comer e eu não iria enjerir toda aquela gordura, então ele começou a me ameaçar que ia tirar meu celular e um monte de coisas, eu simplesmente estava tão adormecida da dor no meu peito que eu fui para o banheiro e ele pegou meu celular, quando eu sai do banheiro ele me parou a porta e me mandou falar o que eu tinha, eu chorei tanto mas tanto, que eu comecei a bater ele, se ele não tivesse me apertado eu teria socado ele de tanta dor, raiva, tristeza entre outros sentimentos que me habitavam naquela hora.
Eu sou uma granada e vou explodir a qualquer momento, e só queria dizer a vocês que estou de volta, mas não tão seguido, porque agora eu tenho o curso e preciso estudar muito.
Bom, só para avisar que pretendo fazer a dieta do leite e começo amanhã, só para avisar para vocês mesmo, posto amanhã como foi o primeiro dia.
E para quem quiser saber como é, aqui está o link da onde eu achei a dieta ;)
Obrigado pelo carinho meninas, obrigado mesmo.
Milhões de beijos.
D x

4 comentários:

  1. Alguém andou lendo 'A culpa é das estrelas'
    Não sei exatamente por que seus pais se separaram, mas posso dizer que Eu ,com certeza separei os meus.
    Digamos que eu entreguei meu pai+ seus gastos secretos+ as suas amantes+ a fama de tarado que ele tinha ganho durante o curso que minha mãe pagava pra ele, e depois chorei, pedindo para que minha mãe se livrasse dele.

    Bem, você sabe que algumas mulheres colocam o status de casada acima dos filhos,mas eu fiz questão, inumeras ameaças ,para que meu pai saisse de casa.
    Então, toda vez que minha mãe grita ,dizendo que eu destruí a vida dela por capricho, eu sei que devo mandar um sorriso sem dentes e dizer : Sim, eu destruí, a culpa e minha. Agora boa sorte em tentar me despedaçar por isso.
    Eu não sei se a culpa é sua(ou das estrelas, haha) mas se for ou não, arque com isso,sei que é difícil, com 16 anos minha cabeça estava um puteiro por causa de meus pais e das minhas ideias destruidoras de lares, mas tente ser matemática. Pegue um papel e uma caneta. Veja se você É realmente a culpada,quem bateu o martelo final.
    E se for, entenda que a culpa não te leva a nada.
    Mas correr atrás das pessoas também não.
    Continua nos estudos, estudo por mim! Tire uma nota alta no enem e dependendo do seu curso, a dilma pode pagar pra você estudar fora do país, com o Ciência sem fronteiras .
    :*

    ResponderExcluir
  2. Ah ,eu super conheceria você ,sério. Se eu estivesse magra, eu iria a qualquer lugar.
    Faço de tudo que você imaginar pra me concentrar nos estudos, mas quando não sou eu me sentindo enojada, é minha mãe, me lembrando que eu sou nojenta.
    Então, até eu tirar esse bando de tijolos gordurosos de cima de mim, eu não conseguirei andar.
    :*

    ResponderExcluir
  3. Thin Shaming vs Fat Shaming Click Here to see what is worse
    Fatties cry foul when people point out the truth of obesity. Fatties call it fat shaming.

    Click Here to see why Thigh Gaps are a sign of good health
    Thigh gaps are a sign of GOOD health! Most women with a BMI less than 22 will have a thigh gap. Thigh gaps are not unrealistic. 35 years ago most women had thigh gaps.

    ResponderExcluir
  4. Acho que todo mundo tem esses momentos, eu tenho direto e fico tão brava comigo mesmo que tenho umas explosões absurdas, tipo chutar e quebrar coisas para valer. Eu desde os meus 16 anos tenho esse sobe e desce de peso, hoje tenho 23, até 6 meses atrás não tinha noção do que era a ana, e hoje estou perto do que eu quero, e me sinto forte mesmo quando me vejo tão fraca, isso por que tem um monte de gente passando por essas coisas, na mesma situação e isso gera algum conforto.

    Fique bem, fique forte. Mantenha seu foco.

    (ah, passa no meu blog se puder (; )

    Bjs,
    Sophia

    ResponderExcluir